Qual o efeito do nosso humor na hora de nos vestirmos

Você sabia que a roupa que vestimos nos diz muito mais do que pensamos?

A moda/ roupa é mais do que um simples adorno, uma necessidade física, ela vai além, carrega consigo palavras, sentimentos, emoções que não precisam ser ditas. A roupa por si só já consegue expor e dizer tudo isso sem precisar se expressar verbalmente.

O vestuário pode receber vários adjetivos, porém não pode ser considerado como algo insignificante ou meramente inocente, pois nunca estará sozinho, trazendo consigo, objetivos a serem atingidos. Poderá ser tanto a expressão de uma ideia quanto a crítica de uma sociedade.

As roupas são entendidas como expressões individuais. Os termos utilizados são os mesmos utilizados para as pessoas e suas qualidades, por exemplo, as peças de roupa, podem ser: iradas, insanas, poderosas, sensuais, românticas, sonhadoras, entre outras. Cada uma delas coincide com a qualidade de quem as usa e traduz a sua atitude diante do mundo e diante da moda.

A aquisição e o uso das roupas é uma forma cada vez mais aceita de expressão individual […] a moda cada vez mais oferece um universo de opções de peças, cores, tecidos, modelos e combinações que, adaptadas ao gosto de cada pessoa, formam um conjunto visual sujeito a várias possibilidades de interpretação, tanto de quem veste quanto de quem observa.

Se, por um lado, a moda é uma forma do indivíduo se expressar e dizer à sociedade quem ele é, por outro lado, essa mesma pessoa, por mais que tente expor sua individualidade, possui grupos de referência, lê revistas de moda ou assiste à TV em busca de uma orientação do que deve ou não ser usado. 

Será que conforme nosso humor, escolhemos a cor de nossas roupas?

Você já percebeu por que optamos por algumas cores em vez de outras? E por que isso acontece? As cores tem uma forte influência sobre a nossa personalidade e até sobre o nosso astral. Todos nós temos uma preferência por uma determinada cor, que pode mudar dependendo do momento, das amizades que fazemos, do nosso trabalho, e até mesmo do nosso humor. Humor? Siiiiiiiim, pois na hora de escolhermos uma roupa, a cor pode variar muito de acordo com nosso humor e estado de espírito. Às vezes isso ocorre meio que “espontaneamente”, porque dependendo se um dia está mais triste, parece que escolhemos cores que não vibram tanto ou que meio que escondem a gente.

                Além disso, as cores têm uma grande influência psicológica sobre o ser humano. Existem cores que se apresentam como estimulantes, alegres, otimistas, outras serenas e tranqüilas. Por exemplo: um espaço preto pode se tornar pesado triste e tenebroso, já um espaço branco faz você se sentir limpo, claro e alegre. E você sabia que as cores azul e verde exercem uma ação sedativa e relaxante no observador? Ah, e se aplicarmos corretamente as cores na tridimensionalidade dos objetos pode dar uma aparência real de perda de peso (é o que muitos profissionais de moda – stylist – fazem).

O vestuário é tido com um suporte, onde as formas de expressão e moda a utilizam para comunicar algo. Ela é considerada de grande importância, pois está diretamente ligada ao indivíduo no seu cotidiano. É utilizada para expressar algo, sem precisar falar, e carrega consigo signo e significados onde as pessoas conseguem se comunicar pelas roupas. É importante refletir que nem todos os dias ficamos pensando tanto na roupa e no que ela pode trazer de significado. Mas acabamos fazemos isso de forma inconsciente, sem nos darmos conta, usamos coisas sem precisar falar verbalmente o que queremos dizer.

Quem nunca, né? Um beijo, Isabela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.